Os alvos não são mais adversários, mas criminosos a eliminar

O objeto da nova máquina de guerra não é mais a guerra, é a paz, uma estranha paz de terror ou de mera sobrevivência, testemunhada pelo controle sempre crescente.

E assim como a paz substitui a guerra, a polícia substitui o exército.

Trata-se de um novo espaço-tempo.

Mas, se o Estado tinha ainda um fundamento, se era o fundamento da organização social, sabemos agora que não há mais fundamento.

D.L

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s