Que é que junta em mim as coisas que leio e vejo? Que forças em mim me fazem ver isso? que forças em mim me fazem expressar assim o que estou pensando? Que forças já me dominam? Com que forças me alio?

 

***

(…) guerrilha contra nós mesmos, ou melhor, a guerrilha contra as Potências maiúsculas – sejam Partidos, Religiões, Mídias ou quaisquer proeminências transcendentes – que nos invadem, que desejam em nós, que nos habitam ou que nos habilitam na sacanagem muito contemporânea de certo servilismo

***

(…) “o fascismo”, não só o “histórico de Hitler e de Mussolini”, aquele mesmo que “soube tão bem mobilizar e utilizar o desejo das massas, mas também o fascismo que está em todos nós, que se apossa dos nossos espíritos e das nossas condutas cotidianas, o fascismo que nos leva a amar o poder, a desejar essa mesma coisa que nos domina e nos explora

 

***

(…) seria preciso jogar com muitos enunciados e percorrer muitas visões, imagens, para a gente saber por onde anda, são encontros que nos atordoam, então se você fizer bem e levar bem a fundo isso, já é um aprendizado muito forte para a nossa época. Porque o que você lê nos livros, não pode sair imediatamente dizendo que está vendo (…) Que é que junta em mim as coisas que leio e vejo? Que forças em mim me fazem ver isso? que forças em mim me fazem expressar assim o que estou pensando? Que forças já me dominam? Com que forças me alio? Se estou em passagem permanente, se onde vivo o meu presente é um intercessão de um mundo que vai indo e um mundo que vai chegando

 

***

 

Recolha de escritos e uma fala de Luiz Orlandi

Anúncios