Cinema esgotado de Pedro Costa – CAVALO DINHEIRO (2014). Ótimo trailer e trecho com música dos Tubarões – Alto Cutelo


Enquanto, a 25 de Abril de 1974, os capitães faziam a revolução, no bairro das Fontainhas o povo procurava Ventura [o cabo-verdiano já antes apresentado nos filmes “Juventude em Marcha” (2006), “No Quarto da Vanda” (2000) ou “Ossos” (1997)]. Hoje, demolido em nome do progresso, o bairro já não existe. Perdido num país assombrado pela guerra colonial, pela revolução e pela descolonização, Ventura revisita os seus fantasmas pessoais que se vão moldando aos fantasmas de Portugal.

Estreado no Festival de cinema de Locarno (Suíça), “Cavalo Dinheiro” deu a Pedro Costa o Leopardo de Melhor Realizador e o prémio da Federação Internacional de Cineclubes. Desde a sua estreia em Locarno, este filme marcou presença em mais de três dezenas de festivais internacionais, entre os quais: Rio de Janeiro (Brasil), Vancouver e Toronto (Canadá), Nova Iorque (EUA), Valdivia (Chile), Londres (Reino Unido), Viena (Áustria), Mar del Plata (Argentina) e Copenhaga (Dinamarca). PÚBLICO
—————————————-­—————————————-­——-

CAVALO DINHEIRO DE PEDRO COSTA, ELEITO FILME DO ANO PELO PÚBLICO, CONTINUA EM EXIBIÇÃO NOS CINEMAS

Cavalo Dinheiro de Pedro Costa foi eleito o filme do ano pelos críticos do jornal Público e continua em exibição nos cinemas: Cinema Ideal (Lisboa), UCI El Corte Inglés (Lisboa), UCI Arrábida (Porto) e UCI Dolce Vita Tejo (Amadora).

Apresentado em estreia mundial no Festival de Locarno, onde Pedro Costa foi distinguido com o Leopardo de Melhor Realizador e recebeu o prémio da Federação Internacional de Cineclubes, o filme tem também já apresentações agendadas em Castelo Branco, Faro, Vila do Conde, Vila Nova de Famalicão e Viana do Castelo.

Em 2014, Cavalo Dinheiro teve ou terá presença confirmada em mais de três dezenas de festivais internacionais entre os quais: Locarno, Rio de Janeiro, Toronto, Nova Iorque, Valdivia, Londres, Viena, Mar del Plata, e Copenhaga.

Em 2015, o filme continuará a sua digressão pelos festivais internacionais, e será apresentado, entre outros, nos festivais de Roterdão, Sarajevo, Munique, Melbourne, Buenos Aires e Miami.

Em Abril, Costa será alvo de uma retrospectiva no Lincoln Center em Nova Iorque, acompanhado a estreia americana de Cavalo Dinheiro.

As estreias nos festivais de Ghent, na Bélgica e em Taipé, em Taiwan, serão também acompanhadas de retrospectivas da obra completa de Pedro Costa.

O filme tem estreias comerciais confirmadas nos cinemas nos Estados Unidos, Inglaterra, França, Bélgica e Japão.

CAVALO DINHEIRO

Enquanto os jovens capitães fazem a revolução nas ruas, o povo das Fontainhas procura o seu Ventura que se perdeu no bosque.

“Um bairro prospera. Um bairro morre. Um bairro não é mais, é apenas uma memória. Este é o percurso das Fontainhas ao longo de quatro longas e três curtas-metragens de Pedro Costa. (…) No último filme, Cavalo Dinheiro, Ventura o fantasma regressa, mas as Fontainhas, como espaço real, já não existem. Estão cheias de habitação social. Quando não há para onde ir, as memórias tomam o lugar. O filme decorre numa paisagem imaginária, parte passado, parte presente, toda espaço mental”, escreve a Indiewire.

+ informação em
http://www.midas-filmes.pt/estreias/p…
https://www.facebook.com/pages/Pedro-…

Midas Filmes:http://vimeo.com/midasfilmes
http://www.midas-filmes.pt/

Cavalo Dinheiro, de Pedro Costa – Alto Cutelo

Em Cavalo Dinheiro, Pedro Costa, recupera Ventura, a mais fascinante de todas as suas personagens, para recuar no tempo, partindo atrás da sua “história com o 25 de Abril”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s