O MIS de SP apresenta Stanley Kubrick, inédita na América Latina. Realizada em parceria com a Mostra Internacional de Cinema, a exposição reúne a singularidade das obras e influências do diretor na trajetória do cinema mundial a partir de centenas de documentos originais, como materiais em áudio e vídeo e diversos objetos de cena, documentos e fotos utilizados em seus longas-metragens. Stanley Kubrick é dividida em dezesseis ambientes apresentados em uma expografia inovadora concebida e adaptada pela direção do MIS, que proporciona uma experiência multisensorial inédita. Nascido em 1928 em Nova York, Kubrick é autor de grandes clássicos do cinema, e reconhecido pelas inovações técnicas, diversidade e riqueza dos temas apresentados ao longo de sua carreira como fotógrafo, diretor, roteirista e produtor. Mesmo antes de começar a fazer filmes, enquanto trabalhava como fotógrafo para a revista Look na década de 1940, Kubrick demonstrou virtuosismo em suas composições, que caracterizaria suas realizações como um dos diretores mais inovadores entre as décadas de 1950 e 1990. Mais do que trazer uma cronologia do artista, desde o início de sua carreira até os últimos filmes que concebeu, a exposição apresenta a singularidade de sua obra e suas influências em seções dedicadas aos clássicos como Lolita (1962), 2001: Uma Odisseia no Espaço (1968), Laranja Mecânica (1971) e O Iluminado (1980). Além de produzir um catálogo exclusivo da exposição, o MIS é coeditor do livro Stanley Kubrick, de Michel Ciment (Cosac Naify), que será lançado em outubro. Stanley Kubrick foi feita com recursos do Governo do Estado de São Paulo e conta com patrocínio do Itaú e da Sabesp. Stanley Kubrick – The Exhibition A exposição foi organizada pelo Deutsches Filmmuseum Frankfurt, Christiane Kubrick e The Stanley Kubrick Archive da University of The Arts London, com o apoio da Warner Bros. Pictures, Sony-Columbia Pictures Industries Inc., Universal Studios Inc. e SK Film Archives LLC. Após sua inauguração, em 2004, no Deutsches Filmmuseum Frankfurt, Stanley Kubrick passou pelas cidades de Berlin (2005), Melborn (2005-2006), Gante (2006 – 2007), Zurique (2007), Roma (2007 – 2008), Paris (2011), Amsterdam (2012) e Los Angeles (2012 – 2013). Retrospectiva Kubrick, aperitivo da 37ª Mostra Internacional de Cinema Neste ano, a 37ª Mostra Internacional de Cinema [18 a 31 de outubro] destaca o trabalho de Stanley Kubrick, sendo o diretor o homenageado desta edição. Durante duas semanas, serão exibidos cerca de 300 títulos de variados países e diversas cinematografias em mais de 20 espaços, entre cinemas, espaços culturais e museus espalhados pela capital paulista. Devido à inauguração da exposição Stanley Kubrick, o MIS foi eleito como sede da Retrospectiva Kubrick, aperitivo da 37ª Mostra Internacional de Cinema. Entre os dias 11 e 17 de outubro o MIS recebe com exclusividade toda a filmografia de Kubrick na tela grande. Assim, além de uma exposição composta por mais de 500 objetos, fotos e documentos originais de suas filmagens, o MIS terá sua tela de cinema invadida pela gang Druguis, encabeçada por Alexander DeLarge, do Laranja Mecânica, entre outros clássicos personagens dos longas-metragens de Stanley Kubrick como Jack Torrance, personagem de Jack Nicholson em O Iluminado e o garoto David Swinton, vivido pelo ator Haley Joel Osment em A.I: Inteligência Artificial. Sobre Stanley Kubrick Filho de Jacques L. Kubrick e Gertrude Kubrick, Stanley Kubrick nasce em 26 de julho de 1928, no Bronx, em Nova York. Aos 13 anos de idade, ganha uma câmera do pai e passa a frequentar a escola de ensino médio William Howard Taft. Cinco anos depois, começa a integrar a equipe de fotógrafos da revista Look onde fica até o ano de 1951. Em 1956, ele e James B. Harris fundam sua própria produtora de cinema, a Harris-Kubrick Pictures. No ano seguinte, durante as filmagens de Glória Feita de Sangue, em Munique, conhece a atriz Susanne Christian, nascida Christiane Susanne Harlan, e se casa com ela. Após filmar Spartacus, em 1961, deixa Hollywood e se muda para Londres. Quatro anos depois, inicia as filmagens de 2001: Uma Odisséia no Espaço e inicia os preparativos para o projeto Napoleão, nunca finalizado. Em função de reações adversas do público e ameaças pessoais ligadas ao filme Laranja Mecânica, Kubrick e a Warner Bros. tiram o filme de cartaz na Grã-Bretanha, no ano de 1974. Durante todo o verão de 1989, realiza os trabalhos para Inteligência Artificial, baseado no conto Super Brinquedos, de Brian Aldiss. Kubrick recebe o prêmio D.W. Griffith, do The Directors’ Guild of America, em 1997, pelo conjunto de sua obra, e o Leão de Ouro no Festival de Veneza, como tributo a seu trabalho. Falece, dois anos depois, no dia 7 de março, após ataque cardíaco em sua residência próxima a St. Albans, Inglaterra, quatro meses antes da estreia de De Olhos Bem Fechados.

Veja o documentário – Stanley Kubrick – A life in Pictures (Legendado em Português) que pode ser encontrado na exposição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s